O QUE É VAPER?

O Vaper é um dispositivo que tem ganho cada vez mais adeptos e que, além de tudo, oferece a possibilidade de que os fumantes não prejudiquem sua saúde sem que, para isso, seja necessário abrir mão de seus hábitos!

Confira, abaixo, maiores detalhes do que é Vaper, assim como as principais informações relevantes sobre o assunto.

Vaper: A arte de vaporizar

O vaper ou vaporizador é um dispositivo que se utiliza do aquecimento de um líquido ou mesmo de ervas para que o usuário trague a substância.

Assim, ele se utiliza de um sistema de vaporização, e não de queima do material. Ele também é conhecido como cigarro eletrônico e é a partir dele que a arte do vaping é possível, ou seja, de fumar nessas condições.

Como o vape ou vaporizador funciona?

O sistema do vaporizador é formado por uma câmara que é responsável por receber o material, ou seja, a base de ervas ou o líquido, também chamado de atomizador ou juice, uma resistência que aquece o material e, também, uma bateria cujo papel é prover a energia para a resistência.

Quando se tratam de vaporizadores de líquidos, nos quais são utilizados óleos e juices, existem vários tipos de atomizadores, também, que variam em relação à durabilidade, valor e potência, sendo nessa peça que a resistência se encontra e, assim, aquece o líquido que será transformado, então, em vapor.

Aliás, este atomizador fica conectado a um vaporizador que, por sua vez, contém um microcontrolador responsável pelo controle da energia e, também, acompanhamento da situação da bateria, se está descarregada ou não.

Por outro lado, quando se trata de vaporizador que tem por base a queima de ervas, o atomizador costuma ser fixado em uma câmara de cerâmica. Esta, aliás, é aquecida de forma uniforme, o que permite a melhor queima do conteúdo e aproveitamento do usuário.

Por quê o vaper é menos agressivo à saúde quando comparado ao cigarro convencional?

Primeiramente, cabe saber em quais aspectos o vaporizador, ou vaper, é menos agressivo e, portanto, mais indicado que o cigarro convencional, que gera fumaça por meio da queima da nicotina que tem início com o uso de fogo, e não dispositivos eletrônicos.

Dentre as vantagens do vaporizados quando comparado aos cigarros estão:

  • Em primeiro lugar, o vaper não tende a comprometer o olfato ou o paladar, conseqüência causada pelo cigarro;
  • Além disso, os vaporizadores também não causam inflamações nas gengivas, mau hálito ou, ainda, alteração na cor dos dentes tornado-os amarelos;
  • Ainda, diferentemente dos cigarros, o vaporizador também não causa muco pulmonar e na garganta, não havendo, assim, pigarro ou tosse crônica;
  • Outro fator importante nessa comparação, também, é o fato de que os cigarros comprometem a saúde da pele, gerando radicais livres e causando o envelhecimento, coisa que o vaporizador não faz;
  • Também, o uso do vaporizador não emite maus odores nem fica impregnado na roupa do usuário ou de quem se encontra ao seu redor. Dessa maneira, ele pode ser aceito até mesmo em estabelecimentos fechados, o que se deve, também, ao fato de que sua fumaça não afeta terceiros e não os torna fumantes passivos;
  • O uso do vaporizador também não afeta a respiração e o fôlego de seus usuários, diferentemente do cigarro convencional, portanto;
  • Por fim, o vaporizador ou vaper também não provoca doenças relacionadas com o cigarro tradicional: pneumonia, infarto do miocárdio, bronquite crónica, enfisema pulmonar, derrame cerebral, trombose, úlcera digestiva, impotência sexual, etc.;

Mas como tudo isso é possível?

Os benefícios do uso do vaper quando comparado aos cigarros convencionais ocorrem, principalmente, pelo fato de que a ferramenta não promove a combustão do material utilizado no fumo. Ou seja, não será necessário inalar substâncias tóxicas comuns à queima para fumar.

Dessa forma, há formação de vapor e  não de fumaça tóxica que, por sua vez, é a responsável por causar os diversos malefícios típicos do cigarro e não do vaper, como ficou claro acima.

Vape: Quais os materiais necessários para fumar com esse dispositivo?

Existem diversos produtos no mercado que prometem ser os melhores para a arte do vaping. Assim, não só é possível encontrar diversos tipos, marcas e modelos de vaporizadores, como também diversos acessórios e peças do dispositivo.

Mas como saber qual é o melhor vape e os melhores acessórios?

Para isso, indicamos realizar uma prévia pesquisa na internet. Consulte o site da empresa, seu endereço e telefone, assim quais são os canais disponíveis para contato do consumidor.

Além disso, busque acessar sites como o Reclame Aqui, que é muito esclarecedor quanto a forma com que a empresa trata seus clientes e busca a solução de problemas com seus produtos ou serviços prestados. Aliás, é nessa página, também, que é possível ver quais são os problemas que, eventualmente, os produtos ou um tipo específico de modelo apresentam.

Por outro lado, não deixe, também, de pesquisar as redes sociais da empresa e destine parte do seu tempo e analisar os comentários dos clientes. Se necessário e ainda persistirem dúvidas, ainda, procure entrar em contato com as empresas que possuem os produtos que despertaram seu interesse.

Quais as desvantagens do Vape?

Em verdade não existem, necessariamente, desvantagens do Vape. O único trabalho dado aos usuários, assim, é a necessidade de manutenção do aparelho com certa periodicidade.

Contudo, isso é algo normal à maioria das ferramentas, de forma que não pode ser visto, essencialmente, como uma desvantagem.

Primeiramente, caso se trate de Se o seu vaporizador é de líquidos, é necessário realizar a limpeza do aparelho principalmente em caso de vazamento do líquido, pois caso contrário isso pode danificar as demais peças do aparelho.

Além disso, o vaporizador de ervas sólidas deve ter sua câmera higienizada após cada dia de uso, pois a manutenção de resíduos pode comprometer a queima regular do material no futuro e, assim, diminuir a qualidade da experiência com seu vape.

Para fazer essa limpeza do aparelho e, também, dos seus acessórios, é indicada a utilização de cotonetes de algodão previamente umedecidos com álcool isopropílico. É importante que haja o cuidado e atenção para usar tão somente esse material para limpeza, pois outros podem estragar as peças do vaporizador. 

Por outro lado, também é importante sempre fazer a verificação das condições das baterias, e, caso estejam danificadas ou apresentem sinais de dano, não fazer o uso delas.

Ainda, não utilize peças que não sejam destinadas ao seu modelo de vaporizador, pois isso pode levar ao funcionamento incorreto do aparelho. Também, sempre verifique se as peças estão corretamente encaixadas.

Por fim, evite deixar o seu vape exposto ao sol e, claro, a condições de umidade.

Vaper e seus acessórios

Além da existência de diversos modelos e tipos de vaporizador, também há, no mercado, variados produtos que podem auxiliar na sua experiência com o vape.

Dentre eles estão os juices, também chamados simplesmente de líquido. Eles podem, ou não, conter nicotina. No caso daqueles que possuem a substância ela estará presente em níveis diversos, sendo eles ultra-leve, médio, regular e forte.

A diferença entre eles é a sensação do fumo na garganta e, também, a satisfação da necessidade de nicotina, a depender do usuário.

Por fim, os juices também possuem diversos sabores para seu vape, sendo mais tradicional o uso dos de menta, morango e baunilha.

Também, existem diversas peças do vape que podem ser compradas à parte para customização, busca de uma experiência melhor ou, ainda, pelo fato de que a peça original foi comprometida.

Dessa forma, é possível aumentar a vida-útil do seu aparelho, pois não há necessidade, na maioria dos casos, de troca completa do aparelho, mas apenas de seus componentes. Entretanto, é necessário cuidado para que a peça adquirida seja correspondente ao modelo do seu aparelho, sob o risco de comprometê-lo integralmente ou, ainda, não ter efeito a troca dela.

Por fim, também existem pequenas bolsas e carregadores portáteis que podem facilitar em muito a vida dos usuários do vape.